Marco Aurelio Seta
Sem categoria

ZITO TEM SUAS CONTAS REJEITADAS PELA CÂMARA

nossahist_CamaraNova

A última Sessão Ordinária da Câmara de Duque de Caxias, antes do recesso de julho, foi marcada pela votação das contas de gestão de 2012 do ex-prefeito Zito. Com 11 votos contrários, oito favoráveis e três abstenções, os vereadores acompanharam a decisão do Tribunal de Contas do Estado – TCE-RJ, rejeitando as contas do ex-prefeito.

Vale lembrar que as contas do Zito foram reprovadas pelo TCE-RJ no fim do ano passado. Entre as irregularidades encontradas estão um déficit financeiro de mais de R$ 40 milhões no caixa da Prefeitura e o desrespeito ao art. 42, da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF, que veda, ao administrador, nos dois últimos quadrimestres do mandato, assumir obrigações de despesas que não possam ser cumpridas integralmente dentro da sua gestão.

O descontrole financeiro na gestão do ex-prefeito acarretou enormes prejuízos para os cidadãos Duque Caxienses, pois tiveram que conviver com toneladas de lixos espalhados por toda a Cidade, uma saúde totalmente precária, era desmando por todo lado.

Pasmem, no entanto, no início de 2013 a população de Duque de Caxias ficou ciente que o desmando financeiro na gestão ex-prefeito, entre outros motivos, era devido ao pagamento dos altos salários a alguns secretários do ex-prefeito, salários que ultrapassam R$ 50 (cinquenta mil) por mês.

E parece que o ex-prefeito ainda terá muito trabalho. O Tribunal de Contas continua apurando os desmandos na gestão de Zito. No processo TCE nº 200.116-0/2013, o ex-prefeito foi citado para se defender devido às irregularidades observadas nas parcerias efetuadas na área da saúde com a Associação Marca e o Instituto de Gestão em Políticas Públicas (outrora denominado Instituto Informare). O total dos débitos imputado ultrapassa a 800 UFIRs.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange